Sobre felicidade e coincidência

Foi só eu falar de coincidências no meu último post que elas começaram a acontecer. Será coincidência ?

Ontem um dos primeiros textos que li nos meus feeds (tema do meu penúltimo post – outra coincidência ?) foi do Reverendo Ibrahim (vida longa e saúde a ele !) versando sobre a felicidade. Alguns feeds depois, uma matéria da BBCBrasil sobre o mesmo assunto. Aí, entre uma sinapse e outra eu me lembrei que semana passada havia lido um texto na RNW da Holanda sobre a felicidade das crianças holandesas. Tudo bem, eu posso ser meio míope, mas tantos sinais assim só podem querer dizer uma coisa: o Universo está conspirando para que eu escreva sobre a felicidade. Ou foi só uma coincidência significativa, mas é melhor não arriscar.

Do texto da RNW o que mais me chamou a atenção foram as duas primeiras frases: “As crianças holandesas são desejadas. Os pais que escolhem ter filhos cuidam bem deles. Uma criança desejada é uma criança feliz. Na hora eu lembrei do livro do Steven Levitt e chequei a uma conclusão ousada: as crianças holandesas são as mais felizes entre os 21 países mais ricos do mundo por causa da legalização do aborto. Afinal, lá só nascem crianças desejadas. Sem acidentes, sem filhos fora da hora, sem adolescentes pobres cheias de filhos. Assim fica fácil, não ?

OK, esse é um raciocínio ousado e um tanto reducionista. Então talvez eu deva dizer que um dos motivos da felicidade das crianças holandesas é a legalização do aborto. Òtimas creches e um sistema educacional eficiente também ajudam, claro.

A outra matéria, a da BBC, fala de uma pesquisa (os britânicos adoram uma pesquisa) que “se propôs a colocar etiquetas de preço em amigos, parentes e vizinhos, para concluir que, se for possível comprar felicidade, ela tem um alto preço.” O resultado ? Quem ganha até 10 mil libras esterlinas por ano (cerca de R$ 3,3 mil por mês) mas vê os amigos quase todos os dias tem o mesmo nível de felicidade de quem ganha 95 mil libras esterlinas/ano (mais de R$ 31,5 mil/mês) mas que nunca ou quase nunca se encontra com seus amigos. Moral da história ? Aquela velha frase que dizia que um amigo é um tesouro não está assim tão errada….

Ou seja: o Fulano estuda, se qualifica, batalha um bom emprego, comprar casa, carro, mas é mais solitário do que cachorro de aeromoça. Enquanto isso o Beltrano não se esforça tanto,  ganha menos mas enche a cara nos pubs com os amigos quase toda noite e é tão feliz quanto o outro. Injusto ? Mas quem disse que a vida era justa mesmo ?

O que é então felicidade ? Como obtê-la ? Depende. Felicidade pode ser ter a sorte de nascer num país desenvolvido, com pais amorosos e uma educação de qualidade. Felicidade pode ser  ter um ótimo emprego, mesmo tendo que sacrificar a vida social. Ou felicidade pode ser viver cercado de amigos, mesmo não ganhando muito. Afinal, seus amigos não iam recusar um empréstimo para o amigão do peito, não é mesmo ?

Não adianta querer definir o que é felicidade. Felicidade não se define, se sente. Felicidade pode estar tanto nas pequenas coisas (chegar em casa agora de pouco e tirar os sapatos apertados me deixou muito feliz, acreditem) como nas grandes coisas, como um casamento bem sucedido ou o primeiro carro do ano que você compra.

Não adianta querer planejar, não adianta querer comprar. Felicidade simplesmente acontece. Mesmo que você esteja na merda, entrevado, canceroso, cheio de dívidas, corno, você vai ter pelo menos uma felicidade na vida: morrer e deixar toda essa merda para trás.

Não corra atrás da felicidade. Deixe que ela venha até você. Pense nisso.

Espero que esse texto tenha deixado vocês mais felizes. Reclamações só amanhã, por favor, porque hoje eu estou feliz.

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre felicidade e coincidência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s