A cerveja e o fim do mundo

Sempre que eu digo – ou escrevo – que o fim do mundo vai acontecer daqui a mais ou menos quatro anos as pessoas geralmente me perguntam onde estão os sinais da tormenta que se avizinha (Chaves, off course) ou seja, guerras, fome, peste, terremotos…

As pessoas em geral parecem ignorar que não houve um dia de paz em todo século XX, (e nem no XXI), que a AIDS e a fome matam gente a rodo na África (e ninguém faz nada) e que terremotos não acontecem todo dia simplesmente porque se acontecessem nós já não estaríamos aqui faz tempo. Francamente…

Enquanto as pessoas comuns procuram os grandes sinais, os iniciados vêem os pequenos sinais e sabem que o fim está próximo. Hoje eu vou compartilhar um desses sinais com vocês.

Deu no site da Deustch Welle: o consumo de cerveja na Alemanha caiu 16 % na última década, principalmente entre os jovens (podem clicar, o site é alemão mas está em português. Não faz o menor sentido, eu sei.).

O que isso tem a ver com o fim do mundo ? Elementar, meu caro leitor, minha prezada leitora. Se não é tão elementar para você, acompanhe meu raciocínio.

A cerveja foi a primeira bebida alcoólica que o homem provou. Descoberta na Mesopotâmia em 6.000 a.C. por algum descuidado que deixou entrar água no seu depósito de cereais, a cerveja sempre teve o dom de reunir as pessoas. No Egito antigo era costume beber a cerveja no mesmo jarro, com canudos (a cerveja na época tinha grãos e palhas boiando no líquido) o que deu a cerveja a fama de ser uma bebida sociabilizante.

Esse “dom” da cerveja continua até hoje. A primeira cervejada com seus novos colegas da faculdade, por exemplo, é importantíssima. É nela que amizades são formadas para a vida toda ou que vendettas sangrentas são iniciadas. Antes da primeira cervejada você não tem como saber nada do caráter, hábitos, vícios e idiossincrasias das pessoas com quem você vai conviver pelos próximos quatro ou cinco anos (ou seis, sete, dependendo das suas DPs).

Outro exemplo: é na happy-hour regada a cerveja que se constrói o futuro brilhante de um profissional. É lá que você sabe que o cara do cubículo ao lado do seu odeia o gerente ou que aquela loirinha da Contabilidade que você estava de olho dorme ao som de Vando e lê Paulo Coelho.

Tá, sem mais exemplos, acho que deu para entender. A cerveja é um termômetro da sociabilidade das pessoas. Então, se as pessoas estão bebendo menos cerveja, no país onde ela é mais popular, o que isso significa ?

Significa que as pessoas estão menos sociáveis. Que estão mais egoístas, que tem menos amigos, que pensam mais em si mesmas. Que estão mais solitárias, hedonistas (procure no dicionário) e menos dispostas a ajudar a si e ao planeta. Um mundo de solitários, isolados em seus carros, cubículos e casas. É para isso que aponta a redução do consumo de cerveja. É um pequeno sinal. Pena que são poucos os que sabem reconhece-lo.

O que nós podemos fazer ? Quanto ao fim do mundo, nada. Ele é inexorável e já tem data marcada. Mas quanto ao resto podemos fazer alguma coisa. Parar de levar a vida a sério é um delas. Adianta ficar chorando porque seu namorado te largou ? Ou xingar o seu chefe só porque ele é um idiota (acredite, ser idiota é um requisito para ser chefe de alguma coisa, ou de alguém) ? Então sejamos mais sociáveis, façamos mais amigos, bebamos mais cerveja – não necessariamente nessa ordem e não necessariamente cerveja, pode ser alguma outra bebida, fermentada, destilada ou não. Até, Deus me livre, Coca-Cola. E que quando o fim do mundo vier, que os Cavaleiros do Apocalipse nos encontrem numa mesa de bar, com uma caneca na mão.

Anúncios

8 comentários sobre “A cerveja e o fim do mundo

  1. .
    .
    .
    To beer or not to beer, Shakesbeer!

    Que bOsta ein Hendy Mc Donalwell?
    E essa história de que o mundo vai acabar eu conheço ‘pá-e-tal’.
    O mundo não acabará, as pessoas sim. Não pense nisso.

  2. Putz, vc é um cético arrogante pra KCT, ñ como provar q haverá ou ñ nada, ñ em uma data especifica, mas é inevitavel um novo ciclo, e tah bom sabichão , vai lah uma pra vc em 2012 o sol se alinhará com o centro da galaxia e a Terra mudara sue eixo, isso é calculado pelos cientistas assim sabichões como vc, porém como isso pode ser dito pelos Maias, a tantos milhares de anos atrás?
    Sabe pq pq eles sobreviveram ao ultimo ciclo e sabia disso e passaram por fim , evoluiram e deixaram de ser matéria fisica consumista, existe uma alma dentro da gente e somos imortais ms só se aceitarmos as vontades de DEUS, e é biblico, o mundo q conhecemos vai sim acabar, mas n a vida.

  3. “o sol se alinhará com o centro da galaxia e a Terra mudara sue eixo, isso é calculado pelos cientistas assim sabichões como vc”

    Me mostre um trabalho científico SÉRIO sobre esse assunto que eu concordo com você, meu caro.

  4. O mundo não vai acabar vai ser destruido por nos com os desastres,cervejas não serve p p0h0 nenhuma,não ah nada que podemos fazer para salvar o mundo,mas nos tinhamos mais nao queiriamos,agora já é tarde demais,nao podemos salvar a terra,mas podemos nos salvar,indo para igreja,perdoando,dizendo o quanto amam o proximo,lendo a blibia aproveitando,de preferencia sem a cerveja,mais em familia,com amigos,colegas de trabalho.porque o fim esta proximo.bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s