A curiosa origem do nome de alguns países

Tem louco para tudo nesse mundo. O argentino Edgardo Otero é um deles.

Otero se lançou a uma tarefa que se julgaria impossível: catalogar a origem do nome de todos os países do mundo.

Ele não só conseguiu o seu intento como, de lambuja, ainda apresentou em seu livro a origem do nome de várias regiões e ilhas do mundo (ele parece ser fascinado por ilhas) que são parte de algum país ou colônia de alguma potência européia.

Mas você, meu pobre leitor, minha descapitalizada leitora, que não tem dinheiro e nem saco tempo para ler um catatau de quase 500 páginas, não se desespere, porque o Depokafé apresenta agora uma lista de

Dez países e seus nomes curiosos

Somália: A Somália fica no “chifre da África” perto da Etiópia, Eritréia e Quênia. Seu nome significa “terra dos somalis”. E o que significa “somali” ? Em língua nativa significa “vá você mesmo ordenhar um animal”. É isso mesmo que você leu, meu perplexo leitor, minha espantada leitora. De acordo com Otero essa expressão tem um significado hospitaleiro, porque é tradição o chefe da casa ordenhar o rebanho. Assim, dar a um visitante a possibilidade da faze-lo é considerado um sinal de amizade.

Macedônia: A pobre Macedônia, que já foi a terra do conquistador Alexandre, o Grande, hoje tem que se contentar com o ridículo nome oficial de “Ex-república Iugoslava da Macedônia” por causa dos gregos, que tem medo que os macedônios queiram se unir com a província do mesmo nome que existe na Grécia. O Depokafé até já tentou, sem muito sucesso, fazer uma campanha para ajudar a Macedônia (quanta pretensão, não ?). Apesar do nome oficial ser vexaminoso, Macedônia tem um significado interessante: “terra de gente alta” (no sentido de grande, não no sentido de alcoolizado).

Chade: Mais um país africano na lista, o Chade fica perto da Líbia e do Sudão. Atualmente só 3 % das terras do país são cultiváveis e parte dele está no Deserto do Saara. Por isso, é irônico que o nome do país signifique “grande extensão de água”, mas há uma explicação sobre isso: o lago Chade, que fica na fronteira entre o país e Camarões já foi o segundo maior lago da África. De acordo com Otero, há 2500 anos atrás o lago tinha o tamanho da Grécia e da Turquia juntos.

Gabão: E a África continua dominando a nossa modesta lista. Gabão fica ao lado de Camarões, na costa atlântica da África. Foi “descoberto” (talvez invadido seja a palavra certa) pelos portugueses, que lhe deram esse nome porque a foz do rio Komo lembrava uma espécie de casaco usado pelos lusitanos. Gabão significa então “casação” ou “sobretudo”. Acho que esse é o único país do mundo com nome de roupa.

Creta: Creta é uma ilha pertencente à Grécia e fica no mar Mediterrâneo. A rigor não é um país, mas essa não é uma lista rigorosa mesmo. Uma das explicações para o seu nome é que ele vem do verbo “varrer” já que a ilha teria sido varrida por uma cataclisma em tempos imemoriais, que muitos associam ao mito de Atlântida.

Eslováquia: Os mais antigos ainda devem se lembrar da Theco-Eslováquia, o país comunista da Europa oriental que se desintegrou pacificamente depois do fim do comunismo dando origem à República Tchecha e a Eslováquia. A teoria mais aceita para o nome do país diz que ele significa “terra das palavras”. Por associação, eslovaco seria “habitante da terra das palavras” ou “verbalista”. Deve ser uma terra boa para escritores, não é mesmo ?

Zimbábue: o Zimbábue é um país africano que fica entre a África do Sul e Moçambique. Vive uma grave crise interna, com hiperinflação e um governo que não se entende com as instituições humanitárias que atuam no país. O nome do país significa “casa de pedra”, que remete como eram construídas as habitações pelo seu povo, amontoando pedras sem nada que as cimentasse.

Moldávia: Se o Brasil é o único país do mundo a ter nome de planta, a Moldávia (ou Moldova, de acordo com as autoridades do país) deve ser o único país do mundo a ter nome de…cachorro.

A ex-república soviética tem esse nome porque um de seus heróis, Drago, quando atravessa as montanhas para combater os invasores teve seu cachorro Molda morto ao atravessar um rio. Drago então colocou o nome de Molda ao rio, que acabou ficando como o nome do país.

Namíbia: O país fica na costa ocidental da África, entre Angola e África do Sul. Foi colonizado por alemães e ingleses e só conseguiu sua independência da África do Sul em 1990. Nas línguas nativas do local o nome significa “lugar sem seres”, ou seja, lugar desabitado. Muito provavelmente esse nome se deve ao fato de existirem dois desertos no país: o de Kalahari e de Namib (de onde deve ter vindo o nome do país).

Paquistão: e, para fechar a nossa lista, temos o contubardo país da Ásia, vizinho do Afeganistão, Índia e Irã. É o sexto país do mundo em população e atualmente está sem presidente. Uma pena que haja tanta violência num país cujo nome significa “terra da pureza”.

Anúncios

6 comentários sobre “A curiosa origem do nome de alguns países

  1. Esta pequena lista mostra como sabemos tão pouco do próprio mundo onde vivemos. Não sabemos nem o nome de muitos paises, quanto mais sobre o estilo de vida e cultura de seus povos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s