Hoje na História: a morte de T. S. Eliot

Mudou o ano, mas o Depokafé continua com a sua série “Hoje na História”, para relembrar os 44 anos da morte do poeta e dramaturgo T. S. Eliot, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1948.

Nascido nos Estados Unidos em 1888 mas morando na Inglaterra desde 1914, T.S. Eliot ficou famoso pelo seu desesperador – e praticamente hermético – poema “The Waste Land”, pelo qual é lembrado – e odiado pelos estudantes de literatura – até hoje. Ele também foi um dramaturgo de sucesso, tendo recebido quatro prêmios Tony.

Para alguém que escreveu algo tão desesperador, Eliot era até uma pessoa divertida. Ele gostava de pregar peças nos amigos, principalmente com aquelas almofadas que simulam flatulência (eu posso escrever “peido” em um blog sério ?) e charutos explosivos. Também era uma excelente jogador de cartas, gostava principalmente de paciência e copas (aquele mesmo jogo que tem no Windows).

eliotvalerie

Eliot e sua segunda esposa, Valerie

Eliot foi uma celebridade em sua época. Uma palestra sua em 1956 na Universidade de Minnesota atraiu 14 mil pessoas, a maior multidão já reunida até então para um evento literário. Não que ele fosse um bom palestrante: consta que uma vez ele teria tido sobre seu poema mais famoso que “eu nem mesmo me incomodei em saber se entendia o que estava dizendo”.

Mas a biografia dele também tem algumas manchas. Ele demonstrou alguns sinais de anti-semitismo e teria elogiado Hitler e Mussolini. Se separou da primeira esposa, Vivien Haig-Wood, em 1933. Ela acabaria passando os nove anos seguintes, até morrer, num hospício. Eliot não foi visitá-la uma vez sequer.

Hipocondríaco de carteirinha, Eliot acabaria vivendo até os 76 anos. Pouco antes de morrer se casou com sua ex-secretária, Esmé Valerie Fletcher. Morreu em 4 de janeiro de 1965 em virtude de um enfisema pulmonar, depois de décadas fumando. Foi enterrado na Igreja de Saint Michel, em Somerset.

eliotts

A lápide de Eliot em Saint Michel

Anúncios

2 comentários sobre “Hoje na História: a morte de T. S. Eliot

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s