Se preparando para a Nova Era, parte 2

E o Depokafé está de volta com a segunda parte da sua trilogia de quatro posts sobre como se preparar para a Nova Era que está para começar em 2012. Se você não leu a primeira parte, aproveite e faça isso agora, senão a maior parte deste texto não vai fazer o menor sentido para você.

Bom, agora que você já leu a primeira parte e já sabe no que acreditar para estar preparado para a Nova Era, agora você vai saber que práticas adotar para não parecer um “estranho no ninho” nos anos que virão.

Primeira coisa: tornar-se vegetariano. Vegetarianismo é chique na Nova Era, em parte porque a carne de boi tem hormônios nocivos que podem apressar a sua partida para o Além – e para a próxima vida – mas não só por causa disso. Tem a ver com ecologia também, afinal o “pum” dos bovinos contém metano que está ajudando no aquecimento global. Além do mais, se os gregos e a sua metempsicose descendente estiverem certos, aquele bife que você comeu pode ter sido seu pai em outra vida !

O respeito a todas as formas de vida – a todas as formas de vida que sangram, na verdade – é a tônica do vegetarianismo da Nova Era. Então esqueça bizarrices como ser ovolactovegetariano. Não faz o menor sentido você não comer carne mas beber leite – você não está respeitando as vacas do mesmo jeito. Melhor ainda se você plantar a sua própria comida, afinal alimentos orgânicos custam uma fortuna. É uma boa forma de dar uma destinação útil ao seu jardim e aos seus dejetos ao mesmo tempo, se é que você está me entendendo. A sua nova vida saudável também deve excluir as drogas – menos aquelas usadas para ter “experiências espirituais” – incluindo aí TV aberta aos domingos e a cerveja.

Segundo ponto: redução do stress. Novaerenses são fanáticos por redução do stress, deles mesmos, de você, das plantas e dos animais. Então quaisquer técnicas para ficar “zen” serão valorizadas: hipnose, meditação, cristais, rolfing, mantras, incenso, reflexologia, gestalt, acupuntura, etc, etc.

Há alguns cuidados a se tomar, porém. Cristais, por exemplo, são muito pessoais. Você não deve emprestar o seu para ninguém. Nem tentar fazer um com produtos químicos usados em piscinas, como ensinava o Beakman. E ande com ele o tempo todo. Mas não coloque no retrovisor do carro, pode dar reflexos com o sol e você ser xingado pelos outros motoristas, o que vai gerar mais stress.

Se você optar pela hipnose, aproveite o pacote completo e faça também uma Terapia de Regressão a Vidas Passadas. Afinal, saber quem você foi em outra vida – e que cagadas você cometeu que pioraram o seu carma – pode ajudar você a evitar os mesmos erros nessa vida, além de explicar porque você só tem relacionamentos ruins ou joanete. Ou ambos.

Consultar artes divinatórias também deve estar entre seus novos hábitos na Nova Era. Astrologia, I Ching (se pronuncia i-jing), Tarô, Numerologia, Quiromancia, quaisquer uma dessas antigas formas de prever o futuro estarão em alta. Se você quiser algo mais alternativo, há também a geomancia (adivinhação através de punhados de Terra, muito popular em Angra dos Reis no começo desse ano), a hidromancia (adivinhação através da água, usada com sucesso em São Paulo no verão) ou a piromancia (adivinhação através do fogo, popular em ônibus nas favelas cariocas).

Escolher a melhor forma de adivinhação depende de cada um. Não há uma melhor do que a outra. Na dúvida, opte por aquela que funcionar com você. Quiromancia, por exemplo, pode ser uma boa, desde que você não sinta cócegas e ache que alguém conhece a sua mão melhor que você mesmo. Astrologia é um clássico, é praticamente o seu RG cósmico, então você deve fazer pelo menos um mapa astral na vida.Tarô pode ser legal, se você não conseguir entender nada ainda pode usar o baralho para jogar paciência. Seja criativo.

Para ajudar você nessa escolha, seria melhor contar com a ajuda de um guia espiritual. Se ele estiver morto, melhor ainda, já que a única dificuldade vai ser entrar em transe para se encontrar com ele, mas nada que não possa ser resolvido com chá de noz moscada, que é rápido, eficaz e fácil de fazer. Mesmo assim, há alguns pontos a se considerar. Não é só porque alguém está morto que ele tem todas as respostas. Então, exija do seu guia espiritual um atestado de residência em algum lugar “de poder” como Atlântida ou Macchu Pichu, e pelo menos umas vinte vidas de experiência. Sua jornada espiritual é algo muito sério para ser deixada na mão de um “novato”, concorda ?

Se você não encontrar um guia espiritual morto, contente-se com um vivo mesmo. Pode ser um xamã, guru, preto-velho, iogue, sábio, psíquico, médium, canalizador ou algo do tipo. Desde que ele tenha um sotaque que você possa entender e cobre um valor razoável, qualquer opção é boa, desde que ele também apresente credenciais pelo menos iguais as que você exigiria se ele estivesse morto.

A sua vida social também vai mudar na Nova Era. Esqueça das baladas de fim de semana e prepare-se para freqüentar workshops, intensivos, retiros, experiências, palestras, vivências, etc, etc. Essa é uma parte tão importante na sua caminhada pela Nova Era que vou dedicar um post só sobre isso, que será o próximo. Aguardem.

Atualizando: a parte três já foi publicada aqui.

Anúncios

3 comentários sobre “Se preparando para a Nova Era, parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s