A Bíblia tem razão ?

O que é, o que é ? Um livro de mais de quatrocentas páginas, editado pela primeira vez em 1955, com mais de 25 edições somente em português, que vendeu mais de um milhão de exemplares na sua língua original e dez milhões no mundo todo e que continua sendo vendido mesmo tendo se passado décadas da morte do autor ? Um livro do Tolkien ? Um best-seller de algum autor estadunidense ? Não, um livro sobre arqueologia bíblica.

O tal livro é e a Bíblia tinha razão…, do jornalista alemão Werner Keller. Na obra, ele tenta provar, ao interpretar as descobertas arqueológicas, que a Bíblia é exata do ponto de vista histórico, mesmo nas passagens mais improváveis. Seu trabalho foi um sucesso, mas recebeu muitas críticas por ter, às vezes, “forçado a barra” para que os fatos se encaixassem nas suas teorias o que, diga-se de passagem, não é exclusividade dele. Os críticos até escreveram  um “livro-resposta”,  A Bíblia não tinha razão, que desmonta todas as teorias de Keller sem dó nem piedade.

O fato é que essa é uma discussão inútil. Para quem acredita, não são necessárias provas. Para quem não acredita, as provas são insuficientes. Mas isso não tira o fato que Keller nos mostra algumas coisas bem interessantes no seu livro. Separei uma das mais surpreendentes para contar para vocês. De acordo com ele, o maná não só existiu, como ainda existe !

Se você fugiu das aulas de catecismo ou da escola bíblica dominical (ou nem as freqüentou, com trema mesmo, porque eu tô me lixando para a Reforma Ortográfica) o maná era a comida que caiu dos céus para alimentar os israelitas durante os quarenta anos que eles vaguearam pelo deserto entre o Egito e a terra prometida de Israel. Está tudo no capítulo 16 do Êxodo:

“Com efeito, à tarde veio um bando de codornizes que cobriu o acampamento; e, pela manhã, formou-se uma camada de orvalho ao redor do acampamento. Quando o orvalho evaporou, apareceram na superfície do deserto pequenos flocos, como cristais de gelo sobre a terra. Ao verem isso, os israelitas perguntavam uns aos outros: “Man hu?” ( ~ que significa: o que é isto? ), pois não sabiam o que era. Moisés lhes disse: “Isto é o pão que o SENHOR vos dá para comer.  Eis o que o SENHOR vos mandou: Recolhei a quantia que cada um de vós necessita para comer, um jarro de quatro litros por pessoa; cada um recolherá de acordo com o número de pessoas que moram em sua tenda”…”Moisés lhes disse: “Ninguém guarde nada para amanhã”. Alguns, porém, desobedeceram a Moisés e guardaram o maná para o dia seguinte; mas ele bichou e apodreceu. Moisés irritou-se contra eles. Manhã por manhã, cada qual ajuntava o maná que ia comer. Mas quando o sol esquentava, o maná se derretia”…”Os israelitas deram a esse alimento o nome de maná. Era branco como as sementes do coentro e tinha gosto de bolo de mel.”

Milhares de pessoas com fome no deserto e Jeová providencia para eles o básico da alimentação na época: carne (codornizes) e pão (maná). Para quem acredita, nada mais natural, afinal um Deus todo-poderoso pode fazer chover comida a hora que ele quiser. Para quem não acredita, é uma história fantasiosa. Bem, mas há provas de que ela é possível. Pelo menos de acordo com Keller. Vamos a elas.

Para as codornizes, a explicação é simples: as aves migram da África para os Balcãs e muitas delas, cansadas, param para descansar no deserto, onde se tornam presas fáceis. Há relatos de outras fontes sobre o assunto e até descrições da caça às codornizes entre os egípcios antigos. Nenhum mistério por aqui. Então vamos passar ao enigmático maná.

De acordo com Keller, que cita o trabalho de dois botânicos judeus datado de 1927, o maná nada mais é do que a secreção que uma árvore chamada tamargueira exsuda (palavra bonita, não ?) quando é picada por uma cochonilha (um inseto). Essa secreção é chamada até hoje pelos beduínos do deserto de “pão do céu”. E, para dirimir todas as dúvidas, o livro ainda tem a foto da expedição de 1927. Eis então, senhoras e senhores, a primeira foto do maná (não reparem que ela está meio torta, tive que digitalizar direto do livro, o que não foi muito fácil):

ScanImage001

Em tudo o “pão do céu” descrito pelos pesquisadores em 1927 bate com a descrição do maná bíblico: é doce, branco, dependendo das chuvas do ano é encontrado em abundância, deve ser colhido logo de manhã porque senão é devorado pelas formigas (“derrete”, nas palavras do cronista bíblico) mas se for guardado longe delas dura bastante tempo. OK, mas o que isso prova ?

Prova que a história da Bíblia pode ser verdadeira ? Sim. Prova também que os  antigos israelitas não conheciam, obviamente, nada de botânica ou migração de aves e que interpretaram fenômenos naturais como sendo milagres de Deus ? Também. Mas, dependendo do ponto de vista, pode provar também que Jeová foi misericordioso o suficiente para prover aos israelitas, durante quarenta anos, codornizes e cochonilhas suficientes para alimentar toda aquela gente.

Qual o ponto de vista válido ? Qualquer um, depende do que você acredita, ou deixa de acreditar. Mas não deixa de ser inquietante que a Bíblia traga uma descrição precisa de um fenômeno natural, mesmo porque a forma atual do Pentateuco foi escrita centenas de anos depois dos fatos terem ocorrido. Em quais outros pontos a Bíblia também teria razão ?

Anúncios

6 comentários sobre “A Bíblia tem razão ?

  1. A BÍBLIA É A BOCA DE DEUS FALANDO AOS CORAÇÕE HUMANOS! PORTANTO, AMIGO, ELA TEM RAZÃO EM TUDO!!!A BÍBLIA É A ÚNICA VERDADE QUE MUITOS AINDA NÃO CONHECEM,MAS UM DIA TODO JOELHO SE DOBRARÁ E TODA LÍNGUA CONFESSARÁ QUE O SENHOR É DEUS!!!!

  2. Entao me explique porque o mana apodrecia se ficasse de um dia para o outro e Como pode ter tanto mana para uma multidao Durante quarenta Anos, e que da sext a para o sabado nao apodrecia, vou lhe explicar E porque a Mao do SENHOR DOS EXERCITO foi quem sustentou todo o povo de Israel, e ainda existem descrentes que fazem de tudo para desmentir a Palavra de Deus. Mas a salvacao e individual e todos nos seremos julgados individualmente pelo que fizemos a favor ou contra a Palavra de Deus.

  3. O povo luta para tirar o mérito da bíblia muito mais do que deveriam lutar contra o crime e a banalidade do sexo pois julgam isso um problema particular e sabemos que em suas consciências está bem claro que a bíblia É UMA LUZ que ilumina a escuridão de suas vidas e revelando quem realmente são, e tentam apaga-LA para não serem reconhecido como realmente SÃO.

  4. Veja bem! O amor e salvaçao ė a maior prova deixada por nosso Deus! Contudo este sentimento nunca ocorrerá da maneira que a gente gosta ou do jeito que a gente quer.Jesus’ quando esteve na terra , feiz questão de usar coisas materiais para realizar as espirituais, e sempre fará assim! Posto que o homen não esta preparado para receber o Poder de Deus, é como o sarcerdote que ao entrar no santuário em pecado caia morto no chão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s