Saturnais III: o retorno

E quem diria, chego na terceira semana consecutiva com as Saturnais. Nem eu esperava isso, sinceramente. Então, sem mais delongas, vamos aos assuntos da semana.

Na minha série de posts sobre a Nova Era, acho que faltou escrever um pouco mais sobre a música que os novaerenses escutam. Afinal, num mundo onde padres podem  cantar e aberrações como axé gospel existem, o pessoal do “paz e amor” novaerense também tem vez. Um dos grupos, que se auto-intitula “movimento musical” é o Gregorian, que (tenta) fazer versões de clássicos em canto gregoriano. Eu não gostava muito dessa imitação barata de canto gregoriano (Gregório Magno se revira no túmulo toda vez que eles fazem um show. Supondo, é claro, que os ossos dele ainda existam) até que a Amélia Brightman começou a cantar com eles. A irmã mais nova da famosa Sarah canta direitinho. Portanto, se você ficar com vontade de entoar mantras ou participar de um coven depois de ver o clipe abaixo, não me culpe. Você foi avisado.

E já que estamos falando de música “new age” se alguém puder me explicar, de forma simples e didática, esse clipe do Era, eu agradeceria. Como vocês sabem, eu sou confuso.

E finalmente eu consegui começar – e acabar – de ler a biografia de Heleno de Freitas. Poucas vezes um livro teve um nome tão apropriado. Realmente, nunca houve um homem como Heleno. Infelizmente ele brilhou na época pré-TV e pouca gente hoje em dia sabe a sua história. Depois que terminei o livro não deu para deixar de ter um sentimento de pena. Heleno poderia ter sido muito maior do que foi (ainda é o quarto artilheiro da história do Botafogo) mas seu “gênio ruim” e a sífilis fizeram com que ele se fosse cedo demais, e lhe custou muito sofrimento. Mas recomendo o livro, é muito bom. Inclusive acho que você, @fwtoogood, tem o dever moral de lê-lo, haja vista seu gosto pelo nobre esporte bretão.

E, numa dessas coincidências – ou não – eu soube que estão rodando um filme sobre a vida de Heleno de Freitas. Rodrigo Santoro está no papel principal. Ainda não sei quando sai, mas esse eu vou fazer questão de ver. Ou baixar na internet. Ou ler resenhas sobre. Vai depender do dia… 🙂

Poucas notícias em Osvaldo Cruz essa semana. A dengue continua grassando pela cidade e só depois de dois meses que meus pais tiveram dengue é que vieram passar veneno mata-mosquito em casa. Agora não adianta mais, né ? Se tivessem que ter infectado alguém, já era. Tsc, tsc, tsc…

Da série comentários impagáveis: neste post aqui, um cristão neopentecostal me recomenda ler MENOS a Bíblia. Depois eu digo que o mundo está acabando e ninguém acredita em mim…estou tão estupefato (gostaram ?) que nem respondi ainda.

Não fui muito feliz nas previsões futebolísticas para esse ano. Errei os campeões estaduais no Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná. Ainda tenho grandes chances em São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Veremos. Ainda bem que eu não perco – nem ganho – dinheiro apostando nas minhas próprias previsões…

Anúncios

Um comentário sobre “Saturnais III: o retorno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s