Pequenas biografias de grandes figuras: Jack London

Jack London (1876-1916) foi um escritor e bêbado estadunidense, autor de sucessos como “Caninos brancos” e “O grito da selva”.

Altamente contraditório, London se dizia socialista, chegou a ser candidato a prefeito pelo Partido Socialista e assinava suas cartas com “Seu, pela revolução”, mas não abria mão dos direitos autorais dos mais de 50 livros que escreveu, o que o tornou o primeiro escritor estadunidense a ganhar US$ 1 milhão.

London, que viajou por meio mundo, tinha um desprezo especial pelos asiáticos. Considerava os coreanos ineficientes, e escreveu um artigo em 1904 alertando para o perigo de uma união entre os japoneses e os chineses.

Começou a beber aos cinco anos de idade. Quando adulto, bebia uma garrafa de uísque por dia. Seu livro de “memórias alcoólicas”, intitulado “John Barleycorn”, é leitura recomendada pelos Alcoólicos Anônimos até hoje.

London também é popular entre os satanistas. Anton Lavey defendia que foi ele quem escreveu Might is Right, uma bobagem sobre “darwinismo social” publicada em 1890, mas há controvérsias.

Alguém que bebia tanto como London não poderia ter mesmo uma vida muito longa. Ele morreu aos 40 anos, de uma overdose de morfina que usava para conter as dores da uremia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s