Lido: Enigmas e mistérios da Segunda Guerra Mundial

ENIGMAS_E_MISTERIOS_DA_SEGUNDA_GUERRA_MU_1250656694P

Esse é só mais um livro sobre a Segunda Guerra Mundial. Tem um título chamativo, um autor desconhecido e foi publicado por uma editora famosa por seus livros com teorias, digamos, alternativas. Tinha tudo para ser uma decepção, mas não foi.

Enigmas e mistérios da Segunda Guerra Mundial é um livro que se propõe a apresentar acontecimentos não explicados no já sexagenário conflito. Está dividido em capítulos temáticos, abordando assuntos como navios, espiões, desaparecimentos e mortes sem explicação. Em cada capítulo o autor apresenta quatro ou cinco casos, faz um pequeno resumo do contexto da situação, apresenta os fatos e as diferentes teorias que podem explicá-lo e deixa o leitor decidir o que aconteceu realmente.

Esse para mim é o grande mérito do livro. Ele foge das explicações simples e tenta ser o mais imparcial possível. O leitor que se vire para chegar a uma conclusão, e isso é ótimo, pois estimula o leitor a pesquisar e saber mais sobre os assuntos.

Outra qualidade da obra é a escolha dos casos apresentados. São todos realmente intrigantes e inexplicáveis. Você provavelmente nunca ouviu falar de boa parte dos casos que ele apresenta, a menos que seja um fanático pela Segunda Guerra Mundial.

E, se você é fanático pelo assunto, pode se decepcionar com o livro. Porque ele não se aprofunda em nenhum momento. Para mim essa foi uma boa escolha, porque a leitura não fica cansativa e te deixa com um gostinho de “quero mais” que você pode saciar facilmente na Internet. Se os casos fossem mais aprofundados, o livro viraria um catatau de centenas de páginas e não seria tão atraente.

Mas nem tudo são flores e o livro tem alguns defeitos. O primeiro é o excesso de notas de rodapé que a Editora Madras colocou no texto, fazendo propaganda de outras obras da editora. Isso é típico da Madras, quem já leu um livro deles sabe o que estou falando, mas dessa vez eles exageraram.

Há também alguns erros na tradução. Eu não vi o original em espanhol para me certificar, mas está na cara que faltou capricho na revisão. Por exemplo, em alguns trechos um mesmo navio é chamado de “cruzeiro” e “cruzador”. É óbvio para qualquer um com meia dúzia de neurônios funcionando que algo está errado. Não há uma montanha de erros, mas os que existem são óbvios, e isso é ruim.

Veredito final: um bom livro, sem grandes pretensões e fácil de ler. Ideal para um sábado chuvoso ou para ler antes de dormir. Nota sete para ele, com louvor.

Anúncios

Um comentário sobre “Lido: Enigmas e mistérios da Segunda Guerra Mundial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s