O Brasil do futuro

Essa noite eu tive uma visão sobre como será o Brasil no futuro. Ou foi um sonho, talvez. Foi mais ou menos assim:

-Cremilda, acorde ! Tem alguém aí querendo se aposentar…

-Hã ? O que ? E quantos anos ele tem ?

-Disse que tem noventa e sete.

-Novo demais, mas deixa ele entrar. Tem meses que eu não atendo ninguém.

-Bom dia, moça.

-Bom dia, qual o seu nome ?

-É Welerson da Silva, moça.

-E o senhor trouxe todos os documentos ?

-Meu bisneto está trazendo…ah, olha ele aí.

-Pode me dar a primeira caixa aqui garoto. Isso, pode colocar as outras nove caixas ali no canto, obrigado.

-Está tudo certo ?

-Vejamos, senhor Welerson, vejamos. Aqui no meu sistema diz que o senhor é fichado na polícia…

-É, eu ocupei uma escola na época do gol…, digo, da revolução.

-Isso foi em 2020 ?

-Não, foi no primeiro gol.., digo, revolução. Em 2016. Em 2020 eu já estava na faculdade…

-Aqui consta que o senhor não contribuiu por cinco anos nessa época.

-Sim, eu me exilei na Venezuela depois de 2020, mas tive que voltar depois que os EUA invadiram e transforam o país no seu 51º estado.

-Ah sim. O senhor se formou em história ? Estou surpresa !

-Sim, dei aula por alguns anos até o primeiro governo de São Geraldo Alckmin, O Benevolente, quando ele extinguiu essa disciplina e substituiu por OSPB. Aí eu passei a ser empacotador em um supermercado.

-Sua documentação parece estar em dia, sr. Welerson, mas o senhor não atingiu a idade mínima para aposentadoria. Faltam três anos.

-Mas como ? Eu contribui por 75 anos !

-Sim, mas na revisão das regras do ano passado são necessários 75 anos de contribuição e 100 anos de idade para se aposentar, senhor.

-Mas eu tenho direito a aposentadoria proporcional. Eu conheço meus direitos !

-Sim, o senhor tem direito. Deixe eu colocar os seus dados aqui no sistema…Bem, o senhor tem direito a 75%…

-75% do salário ? Eu aceito !

-Não, 75% de desconto. Pelo sistema aqui isso daria hoje…

-Mas isso é um absurdo ! Como eu vou viver ?

-O que o senhor queria, senhor Welerson ? Que o estado o sustentasse ? Porque o senhor não fez um plano de aposentadoria privada ?

-Porque eu ganhava tão pouco que mal dava para viver !

-Isso não é culpa do governo. O senhor poderia ter mais de um emprego. Na meritocracia em que vivemos…

-Eu vou lhe dizer onde você enfia essa sua meritocracia !

-Contenha-se, sr. Welerson ! Ou o senhor pode ser enquadrado como livre-pensador e seus direitos serão cassados !

-Tudo bem, desculpe. Eu volto em três anos…

-Ou mais, as regras podem ser revisadas de novo, o senhor sabe.

Anúncios

A procura pelo foco

– Henderson, precisamos conversar.

– Fala.

– Precisamos encontrar um foco para o Depokafé e…

– Foco ? Mas o blog não é câmera fotográfica para…

– Não continue, essa piada é horrível.

– Magoei. Nem você gosta da minhas piadas…

– Sou seu lado racional, esqueceu ? Então vamos lá, temos que encontrar boas idéias e…

– Vou comprar uma meia dúzia de idéias no Mercado Livre, peraí..

– Para com essas piadas! Você sempre faz uma piada sem graça quando a conversa não te agrada. Você devia contar isso para a sua psicóloga.

– Eu não tenho mais psicóloga.

-Ah é, sempre achei uma péssima idéia nós fazermos terapia…

– Para de usar o plural majestático para se referir a mim. Soa pedante.

– Ui, ficou nervosa. Foco, Henderson, foco!

– Ok. Eu poderia voltar a escrever contos, que tal ?

– Certo, mas o que fazemos com o seu bloqueio criativo que dura, sei lá, uns seis meses ?

– Podemos levar ele para passear, tomar uns bons drink e…

– Para com essas piadas ou eu vou embora e você vai começar a assistir BBB.

– Tá, tá, seu chato. Que tal voltar com aquela série sobre cidades do mundo ?

– Péssima idéia. Dava muito trabalho e você esqueceu a senha do Minus, onde postava as fotos…

– Jura??? Não está no Keepass ?

– Não, não está.

– E os posts sobre curiosidades ? Faziam sucesso também…

– E concorrer com o Mega Curioso, Mundo Gump e Superinteressante ? Você não tem page rank para isso, esqueça.

– O Google não usa mais page rank hoje em dia.

– Mesmo assim, péssima idéia.

– E os textos sobre teologia ? Manjo bem do assunto e…

– Aqueles textos só atraiam malucos, esqueceu ?

– Verdade. Lembra daquele cara que acreditava que eu estava levando o apocalipse maia a sério ?  Hahahaha….

– Então, você não quer aquele tipo de maluco aqui, né ?

– Não. E os textos técnicos ? Aquele do Linux nos netbooks fez sucesso, lembra?

– É fez. Nós saímos até no O Globo. Orgulho da gente.

– Eu sai. Eu. Sem plural majestático!

– OK, essa idéia e boa, vamos voltar a estudar informática esse ano. Alguma mais ?

– Voltar com as resenhas de livros ?

– Suas resenhas eram horríveis. Nem mereciam esse nome, aliás.

– Mas estou lendo bastante esse ano! Tenho que aproveitar isso.

– Tá, se você melhorar as resenhas pode ser. Mas melhorar bastante.

– Para me criticar você nunca usa o plural majestático.

– Credo Henderson, você está mais chato que o normal hoje.

– Viu, viu ? Não usou nós de novo. Humpf.

– Chega, Henderson, chega. O que temos até agora ?

– Textos técnicos e resenhas de livros. E acho que só.

– Mas não dá para fazer um blog nerd-literário.

– Dá sim, oras, o blog é meu.

– Mas e o foco ???

– O marido da foca ?

(Suspiro)

– Tá, eu desisto. Faça o que quiser. Vá tomar uma cerveja para eu dormir um pouco, vai…

– Manda um abraço para o Morpheu !

O grande mistério sem resposta

Hoje em dia já não há muitos mistérios nessa planetinha brega na borda oriental da galáxia. Sim, há coisas que ainda desconhecemos, mas já não há muitos mistérios empolgantes. Deve ser por isso que literatura e cinema estão cada vez mais fantásticos, para o bem ou para o mal. Mas isso é assunto para um post que escreverei um dia. Ou não.

Mas há um mistério que ninguém conseguiu resolver até hoje. Ele não é muito velho, mas acho que ninguém vai conseguir resolve-lo nem que se passem várias décadas. É um mistério simples: o que esse tiozinho senhor de cabelos brancos que aparece a partir dos 6:45 a direita do vídeo, balançando os braços pateticamente, estava pensando ?

Vejam, era um show do Scorpions. Scorpions, não uma banda modinha qualquer. E Scorpions não estavam só, estavam tocando com a Filarmonica de Berlim. A Filarmônica de Berlim, não a Sinfônica de Berlim. Vocês, é claro, meus esclarecidos leitores, sabem a diferença.

E, se não bastasse tudo isso, não era qualquer música. Era Wind of Change. Um clássico. Eu conheço gente que daria o braço direito para ter estado nesse momento. Eu mesmo daria um braço por isso, mas o esquerdo. Não sou tão fanático assim.

E aquele tiozinho, senhor estava fazendo o que lá ? Estava em transe ? O que ele estava pensando ? Quem era ele ? Ele ainda está vivo ? Infelizmente, nem toda a ciência do mundo pode responder essa, meus caros. Conformemo-nos.

A verdadeira carta de Bush para Obama

No dia de ontem, 30 de maio do Ano do Senhor de 2011, o sr. Frank Toogood, numa tentativa deliberada e orquestrada pelos Iluminatis para desacreditar o dono deste blog, postou uma carta escritapor George W. Bush para o seu sucessor, Barack Obama, que teria sido supostamente intermediada pela minha pessoa.

Este blog repudia a atitude leviana do sr. Frank Toogood, outrora um grande amigo deste que vos bloga. É lamentável que ele se preste ao trabalho sujo dos Iluminatis. Não resta a mim outra alternativa a não ser divulgar o verdadeiro teor da carta de George W. Bush a seu sucessor, que estávamos planejando divulgar mais tarde, como forma de alertar a população mundial sobre a conspiração Iluminati.

Essa carta foi conseguida através de contatos com hackers nipo-tibetanos por intermédio da Luciana Naomi, do Pensamentos de Uma Batata Transgênica. Ela poderá confirmar toda a história e provavelmente também escreverá sobre isso no seu blog.

Erros gramaticais foram mantidos na tradução, na medida do possível, para manter a fidelidade ao original.

Meu caro Barack:

Olá ! Espero que tenha corrido tudo bem na posse. Como a gente tinha combinado estou deixando essa pequena carta para você.

Primeiro, vamos às trivialidades. Na terceira gaveta do armário atrás de você tem um notebook com um programa que dá acesso a câmeras escondidas no banheiro das estagiárias. Não se escandalize, eu herdei isso do Clinton. A senha do programa é “monica”.

Falando em computador, o que está em cima da sua mesa foi formatado ontem. Tava cheio de vírus, parece que algum assessor andou entrando em sites de pornografia. Tome cuidado com seus assessores.

Na saleta do lado tem aquele telefone vermelho que eu te mostrei na outra visita. O Putin liga sempre depois de jogos do Chicago Bulls para tirar onda. Não esqueça de mandar o passe livre dos jogos da NBA para ele a cada temporada, senão ele está ameaçando invadir o Afeganistão de novo.

Agora vamos aos assuntos sérios. Tem reunião extraordinária dos Iluminatis com o Priorado de Sião na semana que vem. O Sarkozi vai te ligar na linha segura para confirmar o local. Na pauta vai estar aquele assunto da reunião passada, de quebrar outro país europeu para dar mais credibilidade à falsa crise econômica. Eu tinha votado na Itália, você sabe, mas a JK Rowling está ligando para todo mundo insistindo para que seja Portugal, acho que porque ela odiou o tempo que passou por lá.

Sobre a área 51, estamos tendo uns problemas por lá, a nossa equipe principal de cientistas está querendo sair, estão alegando que não tem férias desde a década de 70. Deixei a bucha para você resolver. Eu fuzilaria uns três para dar o exemplo como fez o Reagan em 1981, mas não sei você.

O Osama ligou essa semana querendo saber quando você vai querer outro ataque terrorista para unir o país em torno do seu governo. Falei para ele ligar essa semana. Se você quiser falar com ele, o número do telefone por satélite que ele usa está na agenda azul da terceira gaveta, depois do número do Michael Jackson.

Então é isso, acho que não esqueci nada. Ah, não vá no banheiro do terceiro andar, está em reformas desde antes de eu assumir. Achei meio estranho, mas enfim, eu não entendo dessas coisas de burocracia. Se você precisar de algo, a gente se vê na reunião.

Beijos não me liga.

George W. Bush

PS: A Laura mandou dizer para a Michele que na geladeira da cozinha está precisando trocar a borrachinha de vedação.

PS2: O código dos misseis intercontinentais tá na segunda gaveta da esquerda.

Como impedir o Apocalipse

E então resolveram antecipar o fim do mundo. O grupo religioso estadunidense FamilyRadio.com declarou, com grande alarde e com direito a outdoors em meio mundo (literalmente) que o fim do mundo será amanhã, sábado, 21/05/2011.

Há quem diga que a Bíblia precisa de um manual de instruções. Para quem acredita ela já é o manual de instruções. O problema é que ela é meio codificada em algumas partes. Grandes mentes na história da humanidade já pegaram a Bíblia e tentaram decifrar seus segredos. Copérnico, por exemplo, se dedicou a contar os anos a partir dos patriarcas bíblicos para chegar na data da criação do mundo ! Então não é novidade que um grupo evangélico obscuro tenha feito a mesma coisa.

Nesse caso específico, o pessoal do FamilyRadio.com está falando do apocalipse à moda bíblica. Tanto que eles não falam em apocalipse, mas sim em “dia do julgamento”. Nada vago como o fim do mundo esotérico, que pode ser encarado por alguns como uma simples transformação da “consciência global” (seja lá o que for isso). Aqui é preto no branco, é o dia do julgamento, o dia de separar os bons dos maus, o joio do trigo. Tremei, infiéis.

Pouca gente sabe mas o mundo já quase acabou uma vez. E eu não estou falando da crise dos mísseis em Cuba nos anos 60. Foi mais  recente, em 16/17 de agosto de 1987. Quem impediu a hecatombe foi José Argüelles, um gênio incompreendido que convenceu 144 mil pessoas a entoarem “OM” por três minutos e não somente livrou o mundo do fim como o fez entrar numa nova dimensão (e antecipou o seriado Fringe em décadas). Qual, ele não explicou, já que se dedicou nos últimos anos a mudar o nosso calendário para um calendário lunar.

Infelizmente, José Argüelles não está mais entre nós, morreu em março desse ano. Mas, se ele conseguiu salvar o planeta em 1987, sem Internet nem nada, então nós também podemos impedir o apocalipse. Convido a todos que este texto virem a entoarem “OM” por três minutos nesse sábado. Afinal, se deu certo em 1987, dará certo agora também. O destino do planeta está nas mãos ! Não vamos deixar ele escorregar !

Para facilitar os neófitos que nunca fizeram algo parecido, segue um pequeno guia:

1 – Melhore seu hálito. Escove os dentes ou chupe uma bala.

2 – Fique na posição de lótus. Se conseguir, é claro.

3 – Entoe OM alongando muito as letras. Tipo: OOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMM. Quanto mais gutural, melhor.

4 – Respire fundo e solte o ar lentamente.

5 – Volte para o passo três.

Tá vendo, é fácil. Temos só um dia para nos mobilizarmos, por isso até criei um banner para ajudar na divulgação. Nós podemos impedir o Apocalipse, é só querer !

seal
EDIT:

E o mundo não acabou ! Vencemos mais uma batalha. Arguelles, em algum lugar do além, está orgulhoso de nós.

Para comemorar, fiz mais uma banner. Se você ajudou na campanha, use-o com orgulho !

Música na Nova Era

Atenção: Esse texto será melhor compreendido se antes você ler a trilogia de quatro textos Se preparando para a Nova Era. Eu não posso obriga-lo a isso, é claro, mas não reclame se você não entender nada deste post. Obrigado.

Um dos aspectos que eu negligenciei quando escrevi a premiada série de posts sobre a chegada da Nova Era foi a música. Sabem como é, muita coisa para escrever, os posts ficaram grandes, não dava para escrever sobre tudo. Bem, então vamos reparar esse equívoco.

A música pós-2012 será radicalmente diferente do que temos hoje em dia. Isso significa que não vamos ter que aturar mais a dor de cotovelo da música sertaneja, as grosserias do funk ou os coloridos do Restart. Claro que isso é ótimo, mas o que vamos ouvir então ?

Definir música da nova era é uma tarefa inglória. Geralmente, qualquer coisa que use instrumentos exóticos – citaras gregas, gonzos tibetanos, atabaques africanos – e que tenha letras que falem de espiritualidade, ecologia ou como salvar as baleias pode ser encarada como música da nova era. Sim, você pensou direito. Gilberto Gil pode ser considerado um músico da Nova Era.

Há grupos de música da nova era que fazem algum sucesso hoje em dia. Talvez seja bom você começar a ouvi-los desde já, para se acostumar. Surgirão outros, com certeza, porque na Nova Era você poderá ser o que quiser. Como eu escrevi em outro texto, na Nova Era eu estarei bem, você estará bem, seu vizinho estará bem, seu cunhado estará bem, todo mundo estará bem e a vida será uma festa.

Para te guiar nesse novo e interessante caminho, vou apresenta-lo a dois grupos de música da nova era para você dar o primeiro passo para se acostumar com a musicalidade pós-2012. Aproveite e comece desde já a se preparar. Falta um pouco mais de um ano e meio.

Gregorian

Gregorian surgiu em 1991 na Alemanha, com a proposta de fazer versões de sucessos em canto gregoriano. Na verdade, os especialistas dizem que é um pseudo canto gregoriano, mas eu não sou especialista e você também não, então não importa muito. Já gravou 15 álbuns, o último nesse ano de 2011, intitulado Best of 1990-2010.

No começo Gregorian fazia somente versões de antigos sucessos. E algumas ficaram realmente muito boas, como essa de Wind of Change:

Ou essa, de The Sound of Silence:

Mas ficar cantando só isso estava ficando meio monótono, então eles resolveram incluir uma voz feminina no grupo. Geralmente quem mais canta com eles é Amélia Brightman, irmã mais nova e menos conhecida da Sarah Brightman, que também atende pelo nome artístico de Violet. Com ela o grupo pode diversificar um pouco as músicas, cantando inclusive algumas composições originais. E o resultado ficou muito bom, como em Moment of Peace, que com certeza será um hino da Nova Era pós-2012:

eRa

eRa (assim mesmo, com o R em caixa alta) é um movimento musical formado na França em 1996. Dizem que eRa é um acrônimo para Enminential Rhythm of the Ancesterses mas não encontrei confirmação disso em nenhum lugar. Eles tem oito álbuns gravados, o último em 2010, Classics vol. 2.

O problema em ouvir eRa é que você não entende o que ele estão cantando. E isso é proposital, já que eles cantam em pseudo-latim e pseudo-grego. Alguns trabalhos mais recentes incluem faixas em inglês e árabe mesclados com o pseudo-latim.

A “cara” do eRa nos videoclips é a dançarina chilena Irene Bustamante. Ela participa de quase todos os clipes, como esse em Mother, um dos primeiros sucessos do grupo:

Apesar da beleza de Irene, de vez em quando eles estragam o visual da pobre, como nesse clip de Misere Mani, em que a deixaram parecida com o Jack Sparrow:

Ao contrário do Gregorian, que dá um bom impacto nas apresentações ao vivo, o eRa não se dá muito bem nesse quesito, como nós podemos ver aqui nessa lamentável aparição na TV alemã em 1998:

Mas, se eles tropeçam ao vivo, os seus videoclips são muito bem elaborados, mais do que os do Gregorian. Esse aqui, de The Mass (uma versão de Carmina Burana do Carl Orloff Orff) é belíssimo, apesar de eu não ter entendido o final:

Por causa de todo esse “mistério” em torno das letras das músicas, que são na maior parte ininteligíveis, muita gente procura (e diz que encontra) as mais variadas referências nas músicas do grupo, que vão da magia celta aos cátaros (!). Pura bobagem, a graça é não entender a letra mesmo.

Então é isso. Gregorian e eRA podem ser uma boa porta de entrada para você começar a se acostumar com a música da nova era. Siga a partir daqui e trilhe seu próprio caminho. E regozije-se por não ter que ouvir nunca mais Luan Santana e Restart, que é o melhor dessa história toda.

A borboleta azul

Atenção: esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com datas, fatos ou nomes reais terá sido mera coincidência. Ou sacanagem do autor mesmo.

Frank Muito-Bom estava no ônibus indo para o trabalho quando viu uma borboleta azul. Lindíssima. Enorme. Ele chegou até a tirar uma foto dela com o Iphone e mandar para o Twitpic. Ela (a borboleta) sobrevoou a cabeça de várias pessoas até pousar no ombro do motorista. O pobre se assustou e perdeu o controle do ônibus, que caiu numa ribanceira. Frank foi o único que morreu. Seu Iphone foi devolvido à família. Sem danos.

Débora Catedral estava limpando o seu apartamento quando notou uma borboleta com aveludadas asas azuis borboleteando pela sala. Começou a persegui-la pelo apartamento, tentando expulsar a pobre borboleta. No corre-corre chegou muito perto da janela, se desequilibrou e caiu. Morreu, não sem, no último segundo antes de bater no chão, se arrepender dos seus pecados e ser aceita no céu.

Adriana Maçã estava dirigindo o seu possante carro quando uma pequena borboleta azul entrou pela janela. Detalhe, a janela estava fechada, ou pelo menos Adriana achou que estava. A pequena borboleta ficou ali, sem incomodar ninguém, até que pousou no volante do possante e abriu suas lindas asas. Adriana ficou tão admirada com a beleza da borboleta que se descuidou da direção. Um caminhão da Coca-Cola vinha em sentido contrário e houve a batida. Nenhum garrafa de Coca-Cola se quebrou. Adriana morreu.

Cristiane Martins tinha levado o seu cachorro para passear num aprazível final de tarde de domingo quando cruzou com uma borboleta azul que mais parecia uma mariposa, de tão grande. A borboleta pousou no nariz do cachorro, que se irritou a passou a persegui-la, arrastando Cristiane, que ficou com a mão presa na coleira do cachorro. Em um dado momento o cachorro se jogou do alto de uma ponte dentro de um rio. Ele sobreviveu. Cristiane não.

Luciene Noemi estava em casa, assistindo televisão e tuítando ao mesmo tempo quando uma borboleta azul pousou na tela. Ela a espantou. A borboleta pousou de novo. Foi espantada outra vez. Na terceira vez que a borboleta pousou na tela, no mesmíssimo lugar, Luciene resolveu espanta-la de vez e se abaixou para pegar a borboleta que tinha se enfiado debaixo do rack da TV. Se enroscou nos fios e a TV caiu na sua cabeça. O seguro não pagou uma TV nova para ela. E nem poderia, porque ela estava morta.

Ei você, que está lendo isso. Tem certeza de que não viu uma borboleta azul hoje ? Eu olharia para trás, se fosse você. Ou não.